1 de novembro de 2011

Lua de Mel | Buenos Aires

Há um bom tempo queria trazer dicas de Buenos Aires para vocês, pois gosto demais da cidade e voltaria todo ano se pudesse, adoro mesmo!!! É uma cidade extremamente romântica, sofisticada, que respira cultura, tem uma arquitetura lindíssima, restaurantes incríveis e oferece programinhas para tudo que é gosto. Semana passada sentei em frente ao computador decidida a escrever o post sobre Buenos Aires, aí me ocorreu de expandir a ideia. Escrevi então para algumas amigas, em quem confio muito (leia-se: as dicas são super confiáveis) para que elas enviassem para mim suas melhores memórias da capital portenha, assim teríamos um post muito mais rico em informações, para poder agradar todos os gostos, estilos e bolsos!!!

Informações Importantes

Para entrar no país | Para entrar na Argentina não é necessário nem visto, nem passaporte - mas isso não quer dizer que você não possa usá-lo. A carteira de identidade é aceita, mas não esqueça de que ela deve estar em perfeito estado! Já a carteira de motorista, que usamos aqui no Brasil como identificação em tudo que é canto (eu pelo menos sou assim), não é aceita. 

Moeda | Quanto ao dinheiro, na Argentina você pode usar seu cartão de crédito à vontade, só não esqueça de solicitar ao seu banco para liberar o uso internacional. Nem todo banco funciona assim, mas não custa prevenir. Todavia, é bom que você sempre tenha um dinheirinho em mãos... você consegue trocar seus reais por pesos em qualquer casa de câmbio, inclusive tem uma na sala de retirada de bagagens do aeroporto. No que se refere ao custo da viagem, tudo depende do quanto você quer gastar e dos programas que curte fazer. Se você quiser gastar pouco, dá tranquilamente. É só pesquisar e se programar. Agora, se você quiser gastar muito, fique tranquilo que também vai conseguir!!!

Informações | No saguão do aeroporto você vai encontrar um balcão de informações onde dá para tirar dúvidas, pegar mapas, informações de hotéis e passeios. 

Do aeroporto até o seu hotel | Para ir do aeroporto até o hotel, você vai ter um milhão de opções! A saída do aeroporto é um verdadeiro mercado público, com inúmeros taxistas oferecendo transporte. Os valores variam muito, e se você for pegar taxi, é importantíssimo fechar o valor com o motorista antes de entrar no carro. Escolha sempre veículos credenciados, pois você vai encontrar várias pessoas te oferecendo taxi e quando você for ver, são carros de particulares querendo tirar uma graninha. Eu sou um bichinho medroso por natureza, então vou sempre na opção mais segura! A corrida é carinha, pois o aeroporto é longe da região central. Não lembro exatamente quanto pagamos, mas segundo o blog Diário de Mochileiro, você deve gastar uma média de US$38, ou 150 pesos argentinos. Uma outra opção é a frota de taxi do próprio aeroporto, Taxi Ezeiza, onde você compra a corrida no próprio balcão dentro do aeroporto e ainda pode pagar com cartão. 

Circulando | Não existe outra forma de conhecer Buenos Aires a não ser andando. A cidade é linda e extremamente convidativa a muitos passeios a pé. Coloque um tênis na mala, se não dois, pois você vai precisar. As ruas da cidade, especialmente dos bairros mais elegantes são um charme e caminhar por elas te faz te sentir em um filme europeu.... Agora, no que se refere aos meios de transportes, na hora de ir até um destino mais longe ou de sair para jantar (porque ninguém merece ir caminhando quando você está toda trabalhada no salto alto), vá de taxi, porque é muito barato. Vale muito a pena! Uma dica que dou para vocês é sempre pegar algum taxi na rua, pois se você chama um taxi no hotel, existe um valor mínimo da corrida, que é de 12 pesos, e nem sempre você vai gastar tudo isso. Pode confiar que existem muitos taxis pela cidade, você não vai ficar muito tempo esperando um!!! Eu nunca tive nenhum problema com taxista por lá, mas controle seu lado turista e não se faça de tão perdido, sabe? Fale seu destino com segurança, certifique-se do nome da rua, de um ponto de referência. Não dá pra dar bobeira :) Agora, uma coisa que eu detestei é a forma como os argentinos dirigem! Eles parecem uns loucos, e são todos assim! Se você observar na rua quando estiver andando, já vai conseguir perceber o caos. Tudo bem que quem mora em Florianópolis já está um pouquinho acostumados com nossos vizinhos que nos visitam durante o verão...

Onde ficar

Nas duas vezes que fui a Buenos Aires, me hospedei no mesmo hotel, o Hotel Concorde. Na primeira vez, fui com minha irmã Carla, em 2006, o hotel parecia ótimo pra gente... localização excelente, acomodação também e preços bem amigáveis. Foi por isso que quando eu e o Diogo resolvemos ir para Buenos Aires em maio de 2010, nem pensei muito e logo reservei o mesmo hotel. Para minha decepção, o hotel decaiu muito. O preço continua convidativo e a localização é muito boa, pois é muito perto das principais avenidas do Centro, mas a rua onde o hotel fica estava insuportavelmente barulhenta e isso foi péssimo! O café da manhã estava incluso na diária, mas achamos tão ruinzinho que tomamos café no hotel somente uma vez. Se você não se incomoda e consegue manter o bom humor com barulho e quer um hotel mais em conta, bem localizado e com acomodações confortáveis, vale a pena dar uma pesquisada, procurar mais informações, pois eu fui há mais de um ano, talvez as coisas tenham mudado!

Meu irmão, que é apaixonado pela cidade e já foi pra lá mais de dez vezes, sempre fica no Hotel Amerian, que é super bem localizado, liiiindo e chiquetoso! 

Minha amiga Patrícia Varella, que foi nossa madrinha de casamento e que também é louca pela cidade, me disse que sempre fica hospedada na Rede Dazzler, que é uma rede hoteleira local, com hotéis quatro estrelas, com preço pagável e que oferece um ótimo atendimento. 

Já minha amiga Maria Elisa, também nossa madrinha e que visita a cidade todo ano, fica sempre no Hotel Elevage. O hotel fica na Av. Maipu, pertíssimo da Calle Florida (uma das ruas mais famosas) e da Galerias Pacífico (falarei dela mais pra frente), o que quer dizer uma localização excelente!!!

Dica da minha prima Nisandra, que visitou a cidade em agosto deste ano:
"Ficamos hospedados numa espécia de Guest House. Em Buenos Aires, os hotéis mais intimistas são chamados de bed & breakfast e para fugir do turismo convencional e de massa, estilo CVC, optamos por algo mais charmoso, num bairro mais charmoso. Essa é a proposta do Querido Bed &  Breaksfast, que fica em Villa Crespo, um bairro que está despertando olhares e que fica próximo a Palermo e de outros bairros chiquesinhos de Bs As. Todas as informações sobre o Querido, que é de uma brasileira, estão no site e blog deles"


Onde comer

Essa é a melhor parte da viagem. Buenos Aires oferece um roteiro gastronômico incrível, com restaurantes fantásticos, charmosos e perfeitos para jantares muito românticos!

Para começar, vou falar do tradicional Siga La Vaca, onde é servida a parrilla, o tradicional churrasco argentino. O restaurante é bem conhecidinho e uma delícia, vale a pena conhecer e a carne argentina é um espetáculo à parte. Eu adoro comer carne, então foi perfeito!!! Existem muitos, mas muitos restaurantes que servem a parrilla por toda a cidade, o que quer dizer que você não precisa necessariamente ir no Siga la Vaca para comer o verdadeiro churrasco gringo. Dá para encontrar opções em vários lugares, para todos os bolsos. Mas uma coisa eu super indico para vocês: deixem esse programinha para o meio dia, não para o jantar, pois não será nada romântico. Geralmente a parrilla é servida no sistema da casa, uma coisa bem parecida com o nosso rodízio, e é pra se matar comendo!!!

Um dos mais famosinhos (e mais caros) de Buenos Aires é o Cabaña Las Lilas. O restaurante é lindo, chiquetoso, um charme. Foram as melhores entradas que eu já comi na minha vida... eles servem diversos pães, pastinhas e um pão de queijo que é a coisa mais perfeita do mundo. A carne é uma delícia, super macia, muito bem preparada e temperada de forma perfeita, mas confesso que nossas boas churrascarias aqui do Brasil não deixam a desejar em nada. O restaurante é lindo, a vista é sensacional, as entradinhas uma delícia, o jantar excelente, mas fiquei indignada com o atendimento que recebemos, que foi péssimo! Nós não falamos espanhol e fomos super humildes na hora de fazer os pedidos, e os dois garçons que nos atenderam falavam rápido demais e deu para perceber que era de sacanagem, sabe!? Pelo preço que é cobrado, acho inadmissível apresentar um serviço assim...

Agora, o restaurante que eu mais amei na vida é o italiano Sette Bacco, que fica na Recoleta, um dos bairros mais nobres da cidade. Essa foi uma dica que li num guia de viagem bem antigo, adorei o depoimento que li e resolvemos apostar no Sette Bacco. O restaurante fica em uma região linda, super bem cuidada, e é dentro de um casarão antigo, uma coisa bem européia. A construção é um charme e dentro tudo é lindinho. Atendimento nota dez e a comida não tem nem o que falar! Comemos um risoto de cordeiro que lembro do sabor até hoje. E o melhor de tudo foi ter pagado um preço justo, acessível. Para mim, é uma das dicas mais preciosas!!!

Na frente do Sette Bacco!

Minha amiga Patrícia Varella, que acabou de voltar de viagem, sugere o Sucre e o La Cabrera, que já são queridinhos dela, mas diz que conheceu desta vez o Casa Cruz, em que a comida é quase uma obra de arte, mas o preço é mais salgadinho!

Pati (de vermelho) no Casa Cruz e seu inesquecível
suflê de provolone com cebolas caramelizadas!

Minha amiga Júlia, que foi a Buenos Aires no primeiro semestre, tem uma dica poderosa para passar pra gente: "A minha sugestão é "El Club de La Milanesa", um restaurante maravilhoso e super acessível em Buenos Aires, na Argentina! Todo mundo que vai a Buenos Aires ama a cidade, mas comenta que os preços praticados nos restaurantes são um pouco "salgados" demais. Eis que El Club de La Milanesa nos surpreendeu! O restaurante existe em vários bairros e, como o nome já diz, tem como prato principal o bife a milanesa! O grande diferencial deles, além do preço, é a qualidade e o tamanho do que é oferecido. A primeira vez que fui, pedimos um prato para duas pessoas (eu e meu marido), mas sobrou mais da metade.... por mais gostoso que seja, é impossível comer aquele bife gigante, cortado em forma de pizza! O sabor é incrível! O bife é super fininho, sequinho, e vem coberto com aquilo que você escolher... manjericão, tomate, creme de queijo, creme de bacon etc, etc, etc. Imperdível! Mas melhor do que tudo é o preço: cerca de 60 pesos (menos de R$30,00), o prato para duas pessoas! É mole? De entrada eles servem um pão quentíssimo, com uma pastinha deliciosa, e de acompanhamento uma batata frita bem argentina... grossa e muito gostosa! Acha que não tem como melhorar? Tem sim! O ambiente é super jovem, descontraído e aconchegante, e a cerveja Quilmes (hmmmm), de um litro, custa 20 pesos (menos de R$10,00). Super recomendo a todos que forem a Buenos Aires!"

Jú e seu bife à milanesa delícia!

O que a Júlia falou é muito certo, muitos restaurantes são mais carinhos e não dá para ir em todos eles toda hora. O que a gente sempre costuma fazer é equilibrar as coisas. Se à noite queremos sair para jantar em algum lugar mais badaladinho, no almoço a gente almoça onde dá, sabe? Rola um McDonald's, um almoço no shopping ou em qualquer outro lugar onde estamos passeando. Escolhemos em passear muito durante o dia e almoçar onde desse, com o objetivo de descansar um pouco e repor as energias para continuar os passeios. Acredito que tudo é questão de se programar e, antes de qualquer coisa, se divertir!!!

Uma coisa bem gostosa de se fazer é tomar café da manhã na rua. Aqui em Floripa mesmo eu já adoro um café na padaria, imagina em uma cidade onde existem cafés lindos e muito charmosos!!! Vale a pena tomar café no Starbucks, com aqueles copos bem americanos, sentar no sofazinho e observar o movimento, conversar, namorar. A música da cafeteria é sempre agradável e o ambiente é muito convidativo!



Outro café que é uma tentação e que vocês precisam conhecer é o Café da Havanna, a tradicional (e deliciosa) marca de alfajores argentinos. O café é uma perdição!!! Cheio de coisinhas gostosas para comer, com ambiente super aconchegante e um café delicioso!!! Não deixem de comer (e de trazer muitas na mala) a havannet, que parece uma gota de doce de leite coberta com chocolate. Uma loucura! E faça a festa com os alfajores!!!

Um dos muitos cafés da Havanna pela cidade

O docinho dos deuses!

Um café que é uma graça e que chega a ser mais um passeio do que uma dica gastronômica é o Café Tortoni. O ambiente é lindo, bem antigo e super bem conservado, e remete muito àquela época de glamour, uma coisa bem anos 50. A dica é pedir um chocolate quente com mini churros fritinhos na hora e bem quentinhos. Delícia! Só não espere um atendimento daqueles, tá? Mas não deixe de conhecer!!!

Pausa para um chocolate quente no Café Tortoni

Dica da minha prima Nisandra, sobre comer bem em Buenos:
"Não lembro muito bem os nomes, mas procuramos comer quase tudo que era de bem tradicional - pena que não dá tempo para comer tudo. Os pães e medialunas são maravilhosos, indico comer em todos os cafés da manhã. Para quem gosta e não tem medo de se aventurar indico provar a parrillada, um prato bem típico com miúdos de gado. Bom, bom não é, mas vale a pena conhecer. Nós fomos no Nonno Bachicha, um restaurante bem pitoresco localizado próximo ao Caminito. Dica: se for lá leve dinheiro, pois para pagar com cartão é meio complicado. Ah, e o preço é bem honesto. Tomamos uma cerveja Stella Artois de 1 litro que casou muito bem com o prato. Agora se for pra indicar mesmo, sugiro o Ravióli de cordeiro patagônico al romero (alecrim) que comemos em um restaurante típico, com decoarção clássica, numa transversal da Avenida Corrientes (vou ver se consigo lembrar o nome pra passar para vocês). Acompanhado esse maravilhoso prato, o melhor da viagem sem dúvida, pedimos um Malbec Trumpeter - magnífico."


Nisandra e Rodrigo no Nonno Bachicha

Stellinha de um litro: eu quero!

Minha prima também tem um blog de comidinhas e variedades que vocês já conhecem, o Comidinhas lá de Casa, e nesse post aqui ela relata com carinho (e muitos detalhes) da viagem que ela e o marido fizeram para Buenos Aires! Vale a pena dar uma olhadinha também!


Passeios

Como eu já falei antes, a melhor forma de conhecer Buenos Aires é caminhando, pois as ruas te convidam a lindos passeios, mas fora isso existem vários programinhas bem turista e bem delícia pra você curtir o romance! Caminhe muito pelas praças, observe a arquitetura e o ar parisiente da cidade. Não deixe de visitar o Teatro Collón, a Casa Rosada, a Biblioteca Nacional, caminhe pelas grandes avenidas, bata perna pelo Centro e visite o Obelisco.

Praças lindas e bem cuidadas!

O Jardim Japonês é um espaço lindo, com muito verde, muito bem cuidado, com vários monumentos e construções da cultura japonesa. É um lugar de paz e de sossego, perfeito para namorar. Na mesma região do Jardim Japonês está o Zoológico de Buenos Aires, que é bem famoso e que várias amigas já conheceram e adoraram. Eu nunca fui, pois confesso que já visitei minha cota de zoológicos na vida, mas para quem curte, é um passeio imperdível.

Namoro no Jardim Japonês

Para quem curte antiguidades, a feirinha de San Telmo (bairro de Buenos Aires), tem uma quantidade enorme de coisinhas fofas para observar e comprar por uma barganha. Conheço gente que enlouqueceu com as peças vendidas lá, dizem que tem achados dignos de antiquário! Mas é preciso se programar, a feirinha acontece apenas aos domingos, pela manhã e à tarde.

As antiguidades da feirinha de San Telmo

O Caminito é um dos lugares mais tradicionais da cidade. Fica no bairro La Boca, um pouco mais afastado da região Central, mas que vale a pena ser visitado. Prepare-se para um lugar pitoresco, com muita cor, muita música, uma diversidade cultural incrível, uma verdadeira mistura. Trata-se de uma localidade bem antiga, conhecida pelas casas construídas meio de qualquer jeito, cortiços na verdade, extremamente coloridos. Lá você encontra muito artesanato, lojinhas de souvenir, artistas locais pintando telas, pessoas dançando tango em todo canto. Agora, fique ligada para não andar demais e sair do miolinho onde o fervo acontece, pois ainda que o Caminito seja um local turístico, ele fica em uma região um pouco mais perigosa. Para quem for com o maridão fanático por futebol, não deixe de visitar o La Bombonera, estádio do Boca Juniors, que fica próximo ao Caminito.

As muitas cores do Caminito

Um passeio imperdível é o city tour! Adorei fazer e faria de novo com certeza se visitasse Buenos Aires novamente. É uma forma divertida de conhecer vários pontos turísticos e um pouquinho da história deles e selecionar aqueles lugares que você amou e que depois quer voltar para conhecer melhor, caminhar, sentar num café para curtir... Super recomendo! Existem muitas opções de venda de city tour pela internet, por agências, mas vale a pena comprar o ticket lá mesmo! Existem muitos ônibus que oferecem esse passeio e você os encontra em todos os lugares!

Eu e Diogo, no city tour!

Puerto Madero é um dos locais mais bonitos de Buenos Aires. É um dos bairros mais moderninhos da cidade, onde o porto passou por um processo de revitalização e hoje abriga, além do centro financeiro da capital portenha, uma diversidade de restaurantes, bistrôs, cafés, bares e centros culturais. Só andar por Puerto Madero já é uma delícia, um passeio muito romântico, especialmente à noite! 




Show de Tango | Uma das coisas que você tem que fazer quando vai a Buenos Aires é assistir a um show de tango. É um verdadeiro espetáculo! Existem casas de shows fantásticas, com dançarinos profissionais e apresentações de extremo bom gosto. É de se arrepiar! Quando eu fui pela primeira vez à cidade com a minha irmã, queríamos ir ao famoso Señor Tango, mas achamos caro demais e procuramos uma outra opção. Foi quando descobrimos o Madero Tango, uma casa de espetáculo em Puerto Madero, com uma vista fantástica para essas fotinhos que você acabou de ver aí em cima, com um show lindo e gastronomia de primeira. Quando voltei a Buenos Aires com o Diogo, nem tive dúvida e quis levá-lo ao show de tango, e dessa vez, o repeteco valeu muito a pena! Super indico!!! O show de tango é um programa mais caro, mas vale a pena reservar uma noite para ele. O Madero Tango tem um custo-benefício fantástico! Minha prima Nisandra foi em agosto para lá, seguiu a minha dica e amou! 

A entrada

O espetáculo

A vista...


Compras

Buenos Aires te oferece um roteiro de compras incrível, com muitas lojas de marcas famosinhas, muito couro a preço acessível, lojas de decoração lindas e opções pra tudo que é gosto, mas não espere uma coisa compras enlouquecidas como nos outlets americanos, pois os preços praticados são convidativos para nós brasileiros quando comparamos com o que pagaríamos aqui, mas estão longe de ser aquela barganha.

Couro | Comprar couro na argentina já foi mais barato, mas continua valendo a pena se compararmos com preços daqui. Uma boa dica é a Calle Murillo, que é uma rua enorme cheia de lojas que vendem casacos de couro. Vá sem preconceito, pois a rua é bem rua de centrão, mas lá você vai encontrar muuuitas opções!

Isadora | A Isadora é uma loja de acessórios com preço bem bom onde você vai encontrar lenços, cachecóis, brincos, colares, pulseiras, chapéus... vale a pena trazer um cacareco, eu adoro!!!



Farmacity | Eu adoro fazer comprinhas em farmácia e essa é boa demais! Tem várias marcas boas e o preço é menor do que o nosso. L'Oreal, Vichy, Maybeline, Revlon, Aleve, Clean and Clear.... vale dar uma paradinha pelas makes e principalmente pelos creminhos, shampoos...

MAC | Nossa queridinha forever, não tem que não adore as maquiagens da marca, pois tem uma textura incrível e a qualidade é fantástica, e tem um preço ótimo quando comparamos a outras grandes marcas de maquiagem. Meu conselho é deixar o instinto consumista para a MAC do free shop, que acaba sendo bem mais barata!


Complot | Essa dica é da minha amiga Maria Elisa. Ela disse que tem um outlet da Complot, marca de roupitchas com carinha de Zara, sabe? Os preços são bem amigos e a loja é cheia de opções, do básico a modelitos para balada. Eu não cheguei a ir em nenhuma loja da marca, mas vi as roupas que a Mary trouxe e adorei todas!!!

Outlet da Complot

Foto do catálogo da marca - quero muito esse casaco!


Galeria Pacífico | Este é um shopping diferente, lindo, com arquitetura requintada e já se tornou um patrimônio cultural da cidade. O lugar é lindo, vale a pensa visitar só para apreciar! São mais de cem lojas, praça de alimentação e serviços para a turistada. Mas é shopping, ou seja, preço de shopping, e não de outlet. Para conhecer as lojas e saber todas as informações sobre o funcionamento da galeria, é só clicar aqui!


Villa Crespo | Em Villa Crespro existem algumas ruas cheias de outlets bacanas. Nem sempre essas lojas são divulgadas e os turistas acabam ficando e fazendo suas compras na Florida. Tire uma tarde para conhecer a Calle Aguirre e suas transversais. Se você tiver querendo se acabar nas compras ali vai encontrar muitas coisas legais com preços melhores que no Brasil. Ah, a Lacoste é a que mais vale a pena! (super dica da minha prima Nisandra)

Duty Free | Amo, amo, amo! O de Buenos Aires é tudo de bom! Cheirosinho, com várias marcas, sempre encontrei todos os produtos que quis! Chegue cedo para o check-in e perca muito tempo no free shop, porque é felicidade garantida!

Eu espero que vocês tenham gostado das dicas e que possam aproveitar muito do que foi escrito aqui. Se você tem alguma dica poderosa sobre a cidade, não deixe de escrever nos comentários :) Beijinhos!

5 comentários:

Comidinhas lá de Casa disse...

Fê, ficou muito legal!!! Um guizinho bem completo de Bs As. Adorei estar aí e adorei as dicas das outras meninas. Com certreza as usaremos numa próxima. Beijosssss

Anônimo disse...

Amo essa cidade, sempre é bom ter novas dicas!
Bjks
Mi
www.feminices.com

Andréa Rocha disse...

Adorei as fotos e informações, anotei algumas dicas! Obrigada!!!!

!Xo!
www.sofashionist.blogspot.com

Pati Beatriz disse...

Fê! Ficou ótimo o post... até fiquei com vontade de voltar, mas desta vez para ir num hotel tipo o da Nisandra, não o Concorde!!

Adorei o siga la vaca, o Purto Madero em geral, íamos lá todos os dias! E a sorveteria Freddo, o Pedro tomava sorvete todos os dias, mais de 1x por dia! hahaha

Beijinhos flor

PVarella disse...

Amiga, adorei o post!! Buenos Aires de fato é uma delícia. Já fui com família, com o gato e com as amigas. Sempre divertido!!
Da última vez achei os preços bem mais altos, porém a cidade é uma muito gostosa e se come divinamente bem... portanto: vale a pena.
E por falar em suflê, o de provolone do Casa Cruz estava maravilhoso, mas deixa eu comentar que o de doce de leite do El Gran Danzon... foi demais!!
Grande beijo!
Pati